Em passagem pela Europa, Eiji Aonuma, produtor de longa data da franquia The Legend of Zelda, admitiu que nem sempre concorda com o ponto de vista de Shigeru Miyamoto (criador da franquia) quando se trata de definir a “essência de Zelda”.

Falando ao portal GameKult, Aonuma explicou que houve muito debate sobre Breath of the Wild, mas no fim, “eventualmente” encontraram um denominador comum ao traçarem o direcionamento desta nova aventura.

Debate de gigantes:

“De fato, sempre entro em debates com o Sr. Miyamoto, isso porque nós dois as vezes pensamos diferente sobre o que define Zelda então, é de se esperar que nem sempre concordaremos um com o outro. Acabamos por concordar este ano, quando fomos para Nova York para um tour de divulgação. Enquanto conversávamos, o Sr. Miyamoto encontrou as palavras certas dizendo que a essência de The Legend of Zelda é um ambiente onde Link evolui e ganha poder, que os jogadores irão sentir diretamente através das ações que eles poderão tomar conforme a história continua.”

Aonuma complementa dizendo que a mecânica que estão introduzido em Breath of the Wild, alimentará essa impressão do personagem principal se tornando capacitado à medida que o jogo avança:

“Em Breath of the Wild, o fato do mundo ser apoiado por um motor de física realista tem um efeito importante sobre as ações possíveis. Parece óbvio, mas por exemplo, se você empurrar uma rocha, ele vai rolar de acordo com a inclinação. Queríamos que as pessoas pudessem sentir as coisas de uma forma “realista”, quebrar ou mover objetos grandes no jogo e acreditar que poderiam ter a mesma sensação que na vida real. Esta experiência fisicamente vivida é muito importante para nosso objetivo com este jogo.”

The Legend of Zelda Breath of The Wild, tem previsão de lançamento para dia 03 de Março.

Fonte

LEAVE A REPLY