Muito se fala sobre a limitação do Wii U a exclusivos. E, com o lançamento do Nintendo Switch cada vez mais perto, a cada dia especula-se mais sobre a capacidade de manter o suporte de thirdies que o console terá.

Reggie Fils-Aimé, presidente da Nintendo of America, tocou nesse assunto durante uma entrevista e tranquilizou os fãs e jogadores:

“Esse mercado é simples. O que as thirdies querem é uma base de jogadores grande e que cresça cada vez mais, um ambiente de desenvolvimento que torne fácil o trabalho deles e a possibilidade de monetizar seu conteúdo, seja pela venda dos jogos ou de DLCs… Nós não fomos capazes de entregar isso a eles de forma plena com o Wii U, mas com o Switch vamos poder fazer isso. E com o lançamento do console e de nossos exclusivos iremos sustentar a empolgação dos consumidores, criando a oportunidade para as thirdies.”

Por enquanto, a lista de empresas que confirmaram estarem desenvolvendo jogos para o console é grande e espera-se que mantenha-se assim.

Tamires Paulino é Jornalista, Nintendista e está em mais fandons do que é possível imaginar.

LEAVE A REPLY