O Nintendo Switch vai dar as caras em algum dia de 2017 e a Nintendo vai fazer um evento em 12 de janeiro para apresentar o console oficialmente à imprensa e ao mundo — mesmo o apresentador e comediante Jimmy Fallon ter feito o debut em seu programa The Tonight Show. Rumores apontam que ele pode rodar mais lentamente fora de sua base.

Poucas informações sobre o aparelho foram reveladas, mas um registro da empresa japonesa para teste e verificação do órgão norte-americano FCC — uma espécie de Anatel — indica que o console não terá bateria removível. As informações são do site Extreme Tech, que publicou a imagem do documento enviado ao órgão.

É comum aparelhos não permitirem troca de bateria, como acontece em celulares, tablets e portáteis. Contudo, caso necessite trocar — já que a bateria tem uma vida útil limitada ou ela pode estragar –, o dono de um Switch teria que levar o aparelho para uma assistência da Nintendo, que não existe atualmente no Brasil, por exemplo.

Registro do Switch na FCC mostra que a bateria não será removível

O Nintendo Switch foi revelado oficialmente em outubro por meio de um vídeo teaser, que exibiu a funcionalidade híbrida do console. Um dos jogos confirmados do aparelho, The Legend of Zelda: Breath of the Wild, será exibido no The Game Awards.

“O Nintendo Switch permite que os jogadores tenham a liberdade de jogar onde quiserem”, declara Reggie Fils-Aime e diretor de operações da Nintendo das Américas em comunicado oficial. “Oferece novas habilidades para os desenvolvedores de games trazerem novas visões criativas ao abrir os limites do conceito de jogar.”

Nintendo Switch será lançado em março de 2017.

LEAVE A REPLY