pokeasda

Em 1998, ainda no início da vida do Nintendo 64, é lançado o game ”Pokémon Stadium”, título com nome fortíssimo para a Nintendo. Com gráficos completamente em 3D, o jogo veio para trazer o conceito de ”batalhas” a um outro nível, aprimorando completamente o que víamos nos portáteis da Nintendo, colocando as batalhas dos jogos ”Pokémon” em um novo patamar.

Pokémon Stadium não possuí uma história, apenas um objetivo, que é vencer todas as ”pokécups”(ligas pokémon com diversos oponentes para ir derrotando), e ao derrotar todos os adversários, ganhamos o troféu da pokécup correspondente. Há também, a presença de oito líderes de ginásio, a elite dos 4, e o rival. Em ”Pokémon Stadium”, jogamos com um treinador genérico, e nas pokécups, lutamos, também com treinadores genéricos, em que cada um é especializado em um tipo de pokémon, porém, há alguns treinadores que possuem mais de um tipo de pokémon. Antes de começar a sua série de batalhas, é necessário que seja feito o registro de seu time pokémon, colocando seis pokémon ao todo, e, antes de começar as batalhas, três desses pokémon serão de fato utilizados. quiu-bone

Além das clássicas batalhas, temos também a presença de ”minigames”, que servem mais para rir e descontrair.

mini

Os gráficos do jogo são muito bem feitos, divertidos e interessantes, com as clássicas batalhas pokémon completamente repensadas em algo totalmente 3D, o que trás muito mais emoção para elas, dando uma imersão muito maior no universo.

A jogabilidade é a que todo fã de pokémon já está acostumado, o sistema de batalhas clássico remodelado para um console com uma capacidade gráfica maior. Utilizamos o ”A” para batalhar, ”B” para trocar de pokémon, e ”S” para fugir. Ao escolher ”A” ou ”B”, utilizamos o direcional para escolher o ataque e o pokémon, respectivamente. A trilha sonora é basicamente a clássica dos jogos normais, com leves alterações.

pikatchiu

É indiscutível que a ideia de ”Pokémon Stadium” é genial, sendo um excelente título para sua plataforma, com gráficos e jogabilidade insignes, porém, o jogo pode vir a se tornar um pouco cansativo, pois tudo o que temos é o modo de batalhas, não temos um mundo a explorar, pokémon para pegar, ou outras pessoas para falar, apenas as batalhas, com todos os pokémon já disponíveis para serem usados (com exceção de Mewtwo que é possível batalhar com ele, porém não usá-lo, após zerar todas as pokécups em todas as dificuldades diferentes, e do Mew, que é habilitado após derrotar o Mewtwo, porém não está disponível em todas as ligas). O jogo é muito divertido para se jogar sozinho, entretanto, com um grupo de amigos é muito mais animado.

chariA experiência de jogar ”Pokémon Stadium” é sensacional, e é de fato, um título indispensável do Nintendo 64, sendo altamente recomendado para qualquer fã de pokémon, pois é um game que trás um dos elementos mais icônicos da série para um console de mesa, tornando a jogatina mais divertida, e se torna muito melhor quando estamos na companhia de um amigo. É recomendado, também, para jogadores mais ”casuais”, pois é um jogo, apesar de todas as suas qualidades, mais simples, e não é necessário que você seja um fã para apreciar ”Pokémon Stadium”, que atende todas as expectativas de um jogo simples para matar o tempo e se entreter por algumas horas. Por está razão, este é um jogo bom, porém, tem uma base mais ”casual”, sendo mais divertido em cooperativo do que individualmente.

Nota final: 7,0

Segue abaixo a abertura do jogo:

The long night is coming, and the dead come with it.
Loading Facebook Comments ...