Originalmente a Nintendo sempre foi envolvida com jogos. Quando foi fundada era uma empresa que criava cartas. Foi em 1970 que ela começou a olhar para o mercado dos jogos eletrônicos. A empresa completou 127 anos este ano.

Em 1977 ela lançou o Color TV Game, seu primeiro console de videogame. Até o seu fim de produção em 1979 o console recebeu algumas versões variadas e influências de ninguém menos que Shigeru Miyamoto.

No ano de 1983 foi lançado no Japão o console Family Computer ou Famicom, com um processador de 8 bits e jogos em cartuchos. O projeto inicial era de um console de 16 bits e ainda um drive de disquete, mas era algo inviável para a época. Um problema no console forçou a Nintendo a realizar um recall e no final de 1984 foi o console mais vendido no Japão.

Havia o deseja de lançar o console no mercado ocidente, foi então que em 1985 durante uma feira, o Famicom com um sistema redesenhado e novo layout, batizado de Nintendo Entertainment System ou simplesmente NES (Nintendinho para os mais íntimos) foi lançado. Suas 50.0000 unidades iniciais foram vendidas rapidamente e apesar do seu concorrente da época o Master System da SEGA, a Nintendo manteve-se liderando o mercado japonês e americano por uma década.

A produção do NES chegou ao fim em 1995. Porém, no Japão, a Nintendo relançou o Famicom, agora chamado de Famicom AV, que foi descontinuado em 2003. Foi o console que, oficialmente, teve o maior tempo de vida até hoje, 20 anos.

Com o NES surgiram as franquias de sucesso: Mario, Zelda, Metroid, Donkey Kong, exclusivas do console. Houve ainda a colaboração das third-party Capcom, Konami e Square, contribuindo com jogos como Mega-Man, Castlevania, Contra e Final Fantasy. O jogo mais vendido foi Super Maro Bros, acompanhava o console, vendendo 40 milhões de cópias. Já o jogo Super Mario Bros 3 foi o mais vendido da história do console, com a marca de 17 milhões de cópias.

A lista de bons jogos do NES surpreende: Punch-out, Strider, Ninja Gaiden, Balloon Fight, Batletoads, Duble Dragon, Metal Gear, Bionic Commando, Chip and Dale, Gradius, Gauntlet, Star Wars, Batman, e tantos outros.

Além, dos jogos o NES possuía vários acessórios criados para expandir a experiência do jogador, algo que sempre foi foco da Nintendo. Entre eles a famosa luva Power Glove, um tapete Power Pad, uma variedade de joysticks, entre eles o Zapper que era uma pistola, havia também o Laser Scope, uma espécie de Headset com uma mira que recebia comandos de voz e ainda o simpático robô R.O.B.

Certamente, o sucesso do NES fez com que a Nintendo fosse impulsionada no mercado de jogos eletrônicos e ela não parou mais. Foram alguns anos disputando o mercado com a SEGA. A Nintendo manteve-se no mercado, lançando novos consoles e inovando. Muitos achavam que estava falida devido ao potencial das concorrentes, porém vem sobrevivendo e está preste a tirar aquele às da manga para fazer mais uma jogada.

LEAVE A REPLY